domingo, 11 de julho de 2010

Shiver


Você não vê que eu preciso da sua presença? Eu olho para algo que me faça lembrar de você com propósito de que melhore, seja menos doloroso. Eu penso em ti do momento em que eu me acordo, até quando eu me deito. Eu rôo minhas unhas, faço planos, crio expectativas. Tudo em vão. Eu não sei se lhe interessa, mas eu estou aqui sozinha esta noite; pensando no tempo que já passou e nas palavras que já me disseste. Pensando em como eu me arrepio ao ouvir um ''eu te amo'' vindo de ti. Se eu pudesse fazer um único desejo agora, desejaria ter você aqui do meu lado. Porém, para ti, talvez não seja como antes. Talvez tu esteja arrependido de ter me dito todas aquelas palavras, talvez você tenha dito tudo impulsivamente ou sinta agora Por outra pessoa o que sentia por mim. Dói-me pensar nessa possibilidade. Dói-me imaginar você com outra, fazendo tudo o que me prometeste a ela. É doloroso, mas talvez seja real. Dúvida. Fizeste-me prometer a um tempo atrás que eu não iria abandonar você, independente do que acontecesse, nunca. E eu vou lembrar-me dessas palavras até meu coração parar de bater. Eu nunca quero perder você, e eu vou estar sempre aqui, esperando.

2 comentários:

  1. Cada palavra transparece um pouco de saudade, que dói. Lindo texto menina. bjs

    ResponderExcluir